terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Ano novo. Recomeço. Será?


Há menos de uma semana começou o novo ano. Época de resoluções. Coisa mais chata. Tudo aquilo que sabemos que deveríamos ter feito no ano findo, é lançado para o ano nascente. Iniciamos o ano assinando compromissos que não cumpriremos e, pior, que não nos obrigam com quem quer que seja, que não conosco. Dever a si mesmo é um tanto quanto doentio, não? Não?! Mas fazer isso ano após ano parece que é sim...
O fato é que a virada do dia 31 de dezembro para o primeiro de janeiro em nada difere das outras 11 viradas que se notam de um mês para outro ao longo de todos os demais anos. Mas ainda assim, achamos importante, planejamos jantares, encontros, reencontros, situações que não se vivem ao longo do ano.
Deixa-se de se pensar na maravilha que é você sobreviver ao mês de Abril quando se inicia o mês de maio. Em quão valoroso é que se passe a noite de sábado de um dia 17 de agosto qualquer com as pessoas que mais gosta, pelo simples fato de que ali estão as pessoas que você mais gosta.
Ou em quanto é importante resolver as pendências havidas até o dia 7 de março para que já no dia 8 se recomeça uma nova vida de quem se viu absorvido por compromissos que deixou acumular.
Não... precisamos de marcos. Precisamos do que justifique a nossa mudança. A mudança do dia 1º de janeiro é inquestionável. Na verdade, ela “tem que ser” e, em sendo, palmas para quem mudou (muito embora, não tenha feito nada além daquilo que lhe era obrigação).
Tomara que mudemos todos, todo dia, mas sem que sejamos levianos com os demais que acreditam naquilo que somos e mostramos conforme aquilo que queremos seja visto quando se olha a nós. Porque não podemos mudar nossa opinião sobre os que nos cercam, amando e desamando; gostando e desgostando, a não ser que, de fato, se desame ou se desgoste.
Mas, como a minha resolução de ano novo é ser mais otimista e menos mal-humorado (além da dieta, academia, estudos, etc.), vou desejar um novo recomeço a todos nós e que, aproveitemos o novo ano que, por sua vez, inicia uma nova década, para vivermos uma nova vida desde que seja ela melhor que se experimentou até agora.
Feliz ano novo para todos nós!

Um comentário:

Regiane disse...

Feliz ano novo para todos nós!!!