quarta-feira, 12 de junho de 2013

Di(c)a dos Namorados: ELA é a melhor parte de você!

Ela é aquela que é melhor do que você sempre sonhou e só você não percebeu.
É quem te faz sorrir mais feliz, mas só você não nota como o mundo te prefere depois dela.
Às vezes você pensa que nada mudou e desatento consigo, acorda mais cedo, sorri satisfeito, se exercita e quer ser melhor, mas não se dá conta que é tudo depois dela.
Sim. Elas fazem isso. As boas namoradas. Aquelas que se orgulham de serem pegas pelas mãos enquanto você abre o caminho por onde passarão. Aquelas que se sentem protegidas quando envoltas num abraço de corpo inteiro, suas costas apoiadas no peito (mesmo o mais mirrado) daquele Hércules franzino, mas por quem ela tanto gosta de se sentir protegida e a quem ela tanto gosta de chamar de seu.
E como ela é uma boa namorada, você quer que ela se orgulhe de você. É por causa dela que você trabalha horas a fio. Estuda para aquele concurso (ou até mesmo fica chato oferecendo quotas de BBom ou Telexfree a Deus e o mundo). É por causa dela que você é o “chefe-adjunto do setor de vedações e edificações de médio e grande porte”, ao invés de dizer que é “meia-colher”. É por causa dela que você é o “responsável pelo setor de entregas e pagamentos terrestres e pessoais da gerência empresarial” ao invés de dizer que é mesmo “Office-boy”. E ela te joga pra cima sempre que sorri com os olhos brilhando, orgulhosa por ser tua, orgulhosa por causa de você.
Ela é a mais bonita entre todas as outras. Sim, você sabe que no mundo há muitas mulheres bonitas, mas ela é a mais bonita para você. E ela te escolheu. Você, com a experiência de quem admire seu reflexo há uma vida, sabe bem que ela é demais para você, mas ela te escolheu. Ela te quis. Você não entende, mas também não questiona, só é grato e, confessa a si mesmo, a vontade eterna de fazê-la feliz.
Ah! Depois dela, teu mundo gira diferente. Já não gira em torno do Sol. Teu Sol é ela. E nada  há de mais natural. À sua simples presença e teu corpo ganha vida, cores e calor. Ela se ausenta e tudo é cinza, a alegria é triste, a vida não vive e tem a mesma agitação de um mar sem brisa ou de um rio sem correnteza. Tudo é chato.
Você a tem, então cuide dela. Faça-a feliz. Ouça-a. Pergunte-lhe sobre seu dia, suas vontades, seus sonhos. Aprenda mais e mais sobre ela. Seu mundo é um mundo que não te pertence, mas que ela te abre as portas para ter você.
Se não for você, outro fará. Se você duvida do valor dela, olha a tua volta quando vocês chegam a algum lugar. Todos os olhos olham para vocês? Não. É para ela. Ela ilumina o caminho por onde vocês passam e, se você ainda não conseguiu ver isso, limpa a lente e presta atenção. A melhor parte de você, é a mulher que você tem ao lado.
Então diga que a ama, não que a amou. Deixe-a segura de que você está com ela, que é dela, que são! Ame-a. Ame-a. Ame-a. E namore bastante também!

Um comentário:

Anônimo disse...

Linda a mensagem. Mas não tanto quanto as suas! Abraços...

Ana jéssica Franco de Morais