terça-feira, 11 de maio de 2010

Seleção ridícula

Comecei a escrever o texto antes da convocação mas não consegui terminar a tempo. Vou transcrever o que vinha escrevendo e continuo o texto já conhecendo a lista de convocados.
Não faltam nem 05 minutos para que o Dunga irrite todo o Brasil com a sua lista de convocados para a Copa de 2010. É impressionante a teimosia desse senhor que parece não entender que a Copa é um evento que mexe com as diferentes emoções dos brasileiros.
Em nome da sua “coerência” vira as costas para os anseios populares e desconsidera que a seleção é um patrimônio do Brasil, pertence ao brasileiro. Muito mais importante que ser campeão é que na copa se jogue um futebol bonito.
Presume-se que as seleções reunirão seus melhores jogadores e que, nessa reunião dos melhores jogadores se assistirá o melhor futebol.
Mas a seleção do Dunga, essa que ele vem convocando e que, provavelmente convocará daqui a pouco está longe de ser integrada pelos melhores jogadores que tem um país como o Brasil. E não só no que diz respeito à dupla do Santos que eu, acredito, será bem aproveitada como dupla. Não adianta levar só um e deixar o outro.

Fui só até aí. Agora o Brasil já conhece a lista e é minha hora de cornetar o Dunga, aliás, meu esporte preferido para os próximos 02 meses.
Em 1998 eu fiquei chateado quando o Zagallo não levou o Raí e depois permitiu que o Zico cortasse o Romário (que fez falta após o “incidente Ronaldo”).
Em 2002 fiquei estupefato com a não ida do Romário à Copa do Japão.
Mas é certo que em nenhum desses anos eu me senti tão frustrado quanto com a confirmação dos nomes desse entojo que é o técnico do Brasil. Não me lembro de uma seleção de nome tão fracos como essa. Em comparação, mesmo a seleção de 90 – que entrou pra história como uma das piores e tinha o Dunga como símbolo – era tão ruim.
Que respeito impõe uma seleção que tem Felipe Melo, Gilberto Silva, Josué, Robinho, Júlio Baptista, Doni, Kleberson, Grafite, Michel Bastos e Elano? Eu nunca vi uma seleção brasileira sem um craque. Quer dizer, acabamos de nos deparar com uma. É fato. O Brasil não tem um jogador capaz de desequilibrar um jogo. Capaz de chamar a responsabilidade.
Sejamos francos, Kaká não serve para ser chamado craque. A maior prova disso é que foi completamente ofuscado pelo Cristiano Ronaldo no Real Madrid. Ele não tem a habilidade do drible, é pura velocidade e só. Não há um jogador que encha os olhos nas suas atuações, exceção que se faz, talvez, ao Júlio Cesar e, quando o goleiro é o craque, é bastante preocupante.
Ronadinho Gaúcho tinha lugar nesse time. Roberto Carlos tinha lugar nesse time. Adriano ainda tinha lugar nesse time. Afinal, se o Michel Bastos, o Josué e o Elano tem, qualquer um pode ter. Principalmente os pirralhos da Vila que estão jogando muito e que poderiam dar ao futebol brasileiro a alegria que dele se espera.
Eu não tenho condição de torcer pra um time desses. É uma vergonha para um país com a história do Brasil em Copas do Mundo se fazer representar por jogadores tão medianos.
O Brasil vencer com essa seleção é um desserviço ao futebol, como foi quando a seleção de 82 perdeu pra Itália.
No texto que não acabou eu dizia que a Seleção é um patrimônio do brasileiro. A qualquer custo e a qualquer modo o brasileiro torce para que o seu time de coração seja campeão. A seleção é onde o brasileiro comum busca a sua realização. São 04 anos de espera para se sentir o maior do mundo por ter os melhores do mundo.
A copa é para nos alegrarmos com o Brasil, secarmos os argentinos e ficar com medo da França. Mas com essa seleção na dá. Que o destino do Dunga seja o mesmo do Lazaroni. Quem? Ah, você não conhecesse esse nome? Ainda bem pra você...

4 comentários:

Rafael disse...

Assino em baixo.

Fabrício Andrade disse...

É lamentável, time de brucutus iguais a ele. Ele é discípulo do Parreira. O time será absolutamente retranqueiro. A sorte é que a seleção estará descansada, porque boa parte dos convocados é reserva em seus times.

Hina disse...

Ta muito engraçado esse blog!!
Tava sentindo saudades já.

Muito bom, o texto claro.
É vou ter que admitir, o Dunga me
decepcionou, esperava mais.

Pior do que ele não ter chamado
o Adriano, foi ele não ter chamado o Ronaldinho Gaúcho!!
E os meninos da vila?? até respeito o critério que ele utilizou, mas não dá pra entender, foi o que você disse, a seleção é patrimônio do Brasil, e o Brasil clamava por Neymar e Ganso.

Bem que o trabalho do Dunga tem sido muito bom. Quem sabe ele nos surpreende, igual Felipão nos surpreendeu, afinal ninguém acreditava na seleção
do penta. E ganhamos!!!

Só espero que o meu patrão siga o caminho dos nossos representantes lá de Brasília, e de o dia livre nos dias de jogo da seleção.

Sebastião Lazaroni?? O treinador seleção na Copa de 90?? A Era Dunga e o estilo de futebol que não agradava?? O responsável pelo fraco desempenho da Seleção??
Não, não sei quem é esse, eu era muto nova.

Hauhauhauhauhauahuahah

Aaaaa... Já que você ta querendo uma inspiração, fale sobre a Semana Jurídica. O que provavelmente irá cair na AT cultural.
=]

William R Grilli Gama disse...

Hina... vc está certa. Eu deveria ter colocado aqui a impressão que tive quando li o texto da primeira vez...

Vc é uma cronista esportiva nata. Mas te confesso que não consegui definir em mim se quero que o Dunga surpreenda. Me parece que será um desserviço para o futebol. Mas, provavelmente quando a copa começar eu mude de idéia e o lado torcedor volte.

A ausência do Ronaldinho é a maior de todas certamente e isso porque ele é a cara do nosso futebol. A arte, a elegância que se ve no momento em que ele mata a bola e toca pra frente (e não para o lado como fazia o Dunga)

Os meninos da vila, os dias passados estão nos mostrando, talvez não estivessem preparados para o desafio... o sucesso lhes subiu à cabeça de uma forma que não se justifica pelo pouco que apresentaram...

Semana Jurídica??? A idéia é boa, mas acho que não dou conta...

Não para de vir aqui não

Beijo