domingo, 12 de setembro de 2010

O que Kant diria para o Lula

"
"Um governo fundado no princípio da benevolência para com o povo, como é o caso do governo de um pai em face dos filhos, ou seja, um governo paternalista (imperium paternale), no qual os súditos, como filhos menores que não podem distinguir entre o que lhes é útil ou prejudicial, são obrigados a se comportar passivamente, para esperar que o chefe do Estado julgue de que modo eles devem ser felizes, esse governo é o pior despotismo que se possa imaginar."


"Kant, Imannuel. Sopra il detto comune: 'Questo può essere giusto in teoria, ma non vale per la pratica'(1793)". (No ditado popular: 'Isso pode ser certo na teoria, mas não vale na prática')

2 comentários:

Dan disse...

Oi Willian,

Muito bem colocado, excelente lembrança. Acho que não só deve ser colocado para o Lula e sim para todos os governantes brasileiros e nos dias de hoje para todos os candidatos.Maquiavel também é atual.

Abraços

ialmeida disse...

O que Lula diria para Kant.

Claro! ele iria antes de qualquer coisa estudar alguns pensamentos dos grandes filósofos, pedi ajuda aos especialistas para dialogar com Kant.
Ele usaria a frase de Rudyard Kipling: “Não há senão duas maneiras de governar os homens: quebrar as cabeças ou contá-las”.

E Lula prosseguiria falando como governar um país democrático tão jovem tão carente fundamentado no senso comum, titubeando em discernir o que lhes útil ou prejudicial.

Veja bem companheiro Kant: A democracia não deve ser confundida com sua gêmea, a demagogia, caricatura hedionda da sociedade ideal. Mas temos que deixarmos evidente que governar é para que os homens mais humildes podem chegar ao ápice da hierarquia social.
No meu governo muitas acham que nós fizemos a política do Pão e Circo.
Mas no meu governo teve de tudo um pouco, Bolsa Família, PAC, Minha Casa Minha Vida e corrupção. claro! tudo herdado do governo anterior.

Derrepente kant interrompe Lula.
E pergunta:
Mas como vai o Brasil?
- Oh! companheiro Kant, uma boa média.
- Uma boa média? Excelente, diz Kant, esfregando as mãos, é disso que precisamos na democracia.

Izaias A. de Almeida
Administrador graduado pela Estácio de Sá de Vitória/ES
Técnico em Eletrônica Industrial
Estudande de Musica da FAMES

Valeu Willian!!!
Sempre abrindo um espaço pra polêmicas...rsrsrsr
Um grande abraço