quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Momento Nepotismo - Parte II

Se o Sarney pode, a gente também. Segue mais um texto do Sr. Meu Pai. Suas reflexões sobre o hoje e suas consequências amanhã.



A CONSEQUÊNCIA DO HOJE

Dizem que relembrar o passado é sofrer duas vezes. Nem sempre...
O passado às vezes revigora, às vezes nos faz lembrar de que podemos... às vezes nos faz lembrar o que sofremos...onde erramos...
É nos erros que aprendemos a valorizar as coisas a não valorizar outras que não merecem atenção...
O passado que atormenta é imutável. Não podemos mudar de hoje para trás, mas podemos nos perdoar quando fizemos o que hoje nos arrependemos de ter feito...
Se não nos arrependemos, não há o que perdoar, pois era (ainda que somente naquele momento do passado) o que era plausível fazer.
Não devemos nos culpar pelo passado. É como a palavra diz: “passado”. Não volta... Ficou para trás.
Se nos arrependemos, é simples, como não podemos mudar, ignoremos, deixemos lá atrás esquecido...
E o Hoje?
O Hoje é o momento em que podemos olhar para o passado e aprender. Momento de refletir sobre os erros, os acertos, pesá-los na balança. Momento de dizer se algo valeu ou não o sacrifício ou o risco. Momento de saber como é o hoje depois do ontem...
O passado é a nossa história e fomos nós que a escrevemos. Nada do que fizemos foi feito por nós sem que não tivéssemos tido oportunidade de não fazê-lo.
Fizemos mesmo assim, e agora? Agora vivemos o hoje das conseqüências positivas e/ou negativas...
Faltou coragem pra dizer “não farei”? A conseqüência certamente será negativa...
Faltou coragem pra fazer? Idem...
Sobrou coragem e fez? Parabéns pelo livre arbítrio.
Fez e se arrependeu? Que bom que aprendeu a não mais fazer...
Fez e não se arrepende? Continue fazendo. É bom, te faz se sentir bem...sentir bem por escolher o que acha que é bom!
O que realmente é bom não tem porque não ser feito.
Mas, e o Amanhã?
O Amanhã será o hoje depois de hoje...
O Amanhã será o que tiver de ser: muito provavelmente, a conseqüência do Hoje e não do passado...
O Amanhã não deve ser temido como o passado imutável. O Amanhã deve ser esperado com vontade de ser vivido duas vezes...
Viver o Amanhã é ser feliz duas vezes... É imaginar tudo de bom e sabendo que por ser “Amanhã” poderemos mudar pra não ser “passado”.
O Amanhã não nos assusta. Antes nos anima, nos dá força,nos dá esperança.
Não a esperança “que é a última que morre, mas morre”. Mas a esperança que não morre porque é para Amanhã, e o Amanhã nunca morre.
O Amanhã é nosso. Será o que quisermos que ele seja...
Somente há Um que pode redefinir o Amanhã que definimos. Se Ele quiser, resignemo-nos.
Ele é o Senhor do Amanhã...
Confie Nele...”e o mais, Ele fará”!
Simples assim...

4 comentários:

Flor disse...

Mente sabia a sua...vc tem certeza que só tem 20 e poucos anos...rsrsrs...beijinhos

William R Grilli Gama disse...

Esse é do meu pai...

Cássia disse...

que lindo..

Leticia disse...

Ao ver-te numa dessas revistas "caras de Rondônia" pensei: -epa esse é de verdade!!!!
Coisas de tia velha que não é se sangue mas de alma, saí mostrando a todos no meu trabalho este é filho de minha mais que amiga... bla bla bla. Fiquei rememorando a vida em rondônia...ao ler teus passos (ainda jovens mas firmes) lembrei de nossa (minha) chegada aqui, tu, ah um guri pouco maior que meu filhote hoje... e agora já com auto-retrato cheio de interfaces e representações sociais...Te vi ainda mais adiante liderando efetivamente a política deste Estado e mudando de vez o que deve urgentemente ser mudado... E com tua foto e tuas linhas levava meu pequeno para escola te dando como exemplo!!!!Parabéns querido, és orgulho familiar...bjocas com direito a mico (ou kingkong) e tudo mais... ao vivo aqui no blog, hihi...amo vcs!!!!! bjos para mamãe, papai, maninhas, namorada e para xuxa!!!!hehe